Acontece na DIT

Inscrições para o 3º SIMPIF foram prorrogadas

Oferecendo um tempo maior aos autores dos trabalhos acadêmicos as inscrições vão até 15 de agosto

Oferecendo um tempo maior aos autores dos trabalhos acadêmicos as inscrições vão até 15 de agosto

Aberta seleção para vagas remanescentes do PIBIC-EM e PIBITI

Editais em parceria com o CNPq inscreve até o dia 26

Editais em parceria com o CNPq inscreve até o dia 26

PRPIPG divulga resultado preliminar de editais de pesquisa

Candidatos podem interpor recursos aos editais 17 e 18 nesta quarta-feira (10)

Candidatos podem interpor recursos aos editais 17 e 18 nesta quarta-feira (10)

Apresentação


 

Diretoria de Inovação Tecnológica (DIT) tem como objetivos o apoio aos pesquisadores na proteção de suas criações, a disseminação da cultura da inovação, o zelo do cumprimento das políticas de inovação tecnológica da instituição, a parceria com o setor público e privado e a transferência de tecnologia.

A DIT foi criada pela Resolução 238/2015 CONSUPER e cumpre a função de Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) no Instituto, estando em conformidade com a Lei de Inovação nº 10.973/2004 e com o Decreto nº 5.563 de 11/10/2005.

Para a efetivação das políticas e ações de Inovação, a Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação conta com a Diretoria de Inovação Tecnológica, órgão responsável pela gestão sistêmica, e os representantes de Inovação de cada Campus, que, além de atuarem localmente na gestão, constituem, juntamente com a Pró-Reitora, Diretor de Inovação tecnológica e Coordenadores de propriedade intelectual e de transferência de tecnologia, a Câmara de Inovação  – órgão colegiado de caráter propositivo e consultivo.


Atribuições


De acordo com a lei 10.973/2014, art. 16, são atribuições de um NIT:

  1. Zelar pela manutenção da política institucional de estímulo à proteção das criações, licenciamento, inovação e outras formas de transferência de tecnologia;
  2. Avaliar e classificar os resultados decorrentes de atividades e projetos de pesquisa;
  3. Avaliar solicitação de inventor independente para adoção de invenção;
  4. Opinar pela conveniência e promover a proteção das criações desenvolvidas na instituição;
  5. Opinar quanto à conveniência de divulgação das criações desenvolvidas na instituição, passíveis de proteção intelectual;
  6. Acompanhar o processamento dos pedidos e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da instituição;
  7. Desenvolver estudos de prospecção tecnológica e de inteligência competitiva no campo da propriedade intelectual, de forma a orientar as ações de inovação do IFPB; 
  8. Desenvolver estudos e estratégias para a transferência de inovação gerada pelo IFPB; 
  9. Promover e acompanhar o relacionamento do IFPB com empresas, em especial para as atividades de transferência tecnológica, licenciamentos, explorações, prestações de serviços e parcerias público-privadas;
  10. Negociar e gerir os acordos de transferência de tecnologia oriunda do IFPB.


Equipe Gestora


 


Representantes da Inovação nos Campi