Você está aqui: Página Inicial > Picui > Notícias > 2020 > 04 > IFPB prorroga suspensão de atividades presenciais até 30 de abril

Destaque

IFPB prorroga suspensão de atividades presenciais até 30 de abril

Indicação do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus foi acatada pelo Colégio de Dirigentes e referendada pelo Conselho Superior
por publicado: 06/04/2020 20h11 última modificação: 06/04/2020 20h11

Em reunião realizada através de vídeoconferência na manhã desta segunda-feira (06), o Comitê do IFPB responsável pelo enfrentamento da disseminação e combate ao Coronavírus Covid-19 decidiu recomendar ao Colégio de Dirigentes do IFPB a prorrogação da suspensão das atividades presenciais até o dia 30 de abril. A decisão foi acatada pelos dirigentes da Reitoria e dos campi durante reunião à tarde, também em webconferência. No início da noite, o Conselho Superior referendou a paralisação em todas as unidades do IFPB, como mais uma medida que colabora com o isolamento social, como forma mais eficaz de evitar a disseminação do novo coronavírus no país. 

O Colégio de Dirigentes do IFPB, formado pelo Reitor, Pró-reitores e Diretores Gerais dos campi, se reuniram em caráter extraordinário. A decisão adotada pela instituição, no sentido de continuar com a suspensão das atividades acadêmicas, visa salvaguardar a integridade da comunidade do IFPB e da população brasileira como um todo.

Na reunião, o reitor do IFPB, professor Nicácio Lopes, informou que a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) destinará, nesta semana, recursos da ordem de R$ 25 milhões para toda a Rede Federal de EPCT. Os recursos serão destinados por blocos. Segundo o dirigente, o IFPB perceberá, no bloco I, R$150 mil para ações da Reitoria; já no bloco II, serão destinados, para até 50% das unidades do IFPB, recursos de R$ 20 mil por unidade, os quais deverão ser utilizados no desenvolvimento de ações de combate ao coronavírus; e, finalmente, no bloco III, os recursos atenderão a projetos que deverão ser submetidos nacionalmente por pesquisadores de toda a rede federal, cuja propostas tenham como foco o combate ao coronavírus. 

Um Plano de Ação conjunta para todo o IFPB, envolvendo cada campus está sendo elaborado e deve ser colocado em prática já nos próximos dias. A expectativa é que na segunda-feira esse Plano já possa ser iniciado com o envolvimento de cada unidade da instituição. A comunidade deve aguardar o documento norteador dessas ações a partir dessa terça-feira, 7 de abril. 

Reunião do Comitê de crise

Sobre a reunião do Comitê de crise, foi realizada a ampliação de sua composição com a inclusão de uma representante do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Paraíba (Sintef-PB), a professora Zuila Kelly da Costa Couto Fernandes de Araújo, e o reitor também anunciou a inclusão de representantes dos estudantes, que participarão da próxima reunião.

O Reitor informou que o Comitê de crise terá o papel de acompanhar tudo o que está acontecendo em relação ao enfrentamento do Coronavírus e vai analisar qualquer processo em tramitação durante este período de pandemia. O Comitê deve continuar com a metodologia de analisar o cenário para definir se a prorrogação da paralisação de atividades presenciais ocorrerá ainda a partir de 30 de abril. 

De acordo com a professora Zuila Araújo, o Sintef pretende contribuir com sua estrutura para fortalecer as ações de combate à pandemia, integrando-se às ações do IFPB.

A Pró-Reitora de Ensino, professora Mary Roberta Meira Marinho, fez uma exposição das ações em andamento e dos projetos que estão sendo preparados pelos campi relativos ao combate à pandemia e sobre os recursos financeiros que serão disponibilizados pelo MEC, através da Setec, para o combate ao Coronavírus no âmbito da Rede Federal de Educação.

O Pró-Reitor de Assuntos Estudantis, professor Manuel Pereira de Macedo Neto, informou que todos os campi estão realizando o pagamento da assistência estudantil e que, em reunião com um grupo de psicólogos do IFPB, está em andamento um projeto para minimizar as situações de adoecimento mental, que se agravam neste momento de insegurança e incertezas.

Depois de deliberar sobre as ações voluntárias que estão sendo desenvolvidas em vários campi do IFPB para enfrentar a situação, o Reitor Nicácio Lopes decidiu apoiar essas ações que estão se disseminando por todo o IFPB, como a produção de álcool em gel e de equipamentos de proteção individual (EPIs) que são utilizados pelos profissionais de saúde. Para o Reitor, essas ações voluntárias precisam ser apoiadas, tomadas todas as precauções para preservar a saúde de todos, de modo que o IFPB possa dar sua contribuição solidária, integrando-se ao esforço de combate à pandemia que está sendo desenvolvido por várias instituições.

“Neste momento, estamos chegando a 500 óbitos no país. O IFPB está integrado a todas as organizações de forma solidária para que o país possa atravessar este momento. A sociedade brasileira está de mãos dadas. É necessário que mobilizemos nossa comunidade científica para se engajar nas ações efetivas para mitigarmos esta situação de sofrimento do nosso povo”, finalizou o Reitor Nicácio.

 *Texto e Fotos: Gustavo Rodrigues e Filipe Donner / Edição: Ana Carolina Abiahy – equipe da DGCom

 

registrado em: